Qual o valor máximo que o INSS paga de auxílio-doença?

valor máximo que o INSS paga
Sumário

Inicialmente, o auxílio-doença é um benefício previdenciário concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aos trabalhadores que, por motivo de doença ou acidente, ficam temporariamente incapacitados para o trabalho.

Uma dúvida frequente é sobre o valor máximo que pode se receber a título desse benefício. Neste artigo, vamos esclarecer essa questão com base nas regras vigentes.

Valor Máximo do Auxílio-Doença

Conforme as regras do INSS, o valor máximo do auxílio-doença não pode ultrapassar o teto previdenciário. Em 2024, o teto do INSS é de R$ 7.786,02. Portanto, o valor máximo que um segurado pode receber de auxílio-doença não pode ultrapassar isso.

Exemplo Prático – valor máximo que o INSS paga

Assim, após a Reforma da Previdência, o cálculo do valor do auxílio-doença em 2024 considera todos os salários de contribuição do segurado.

Esses salários são somados e divididos pelo número total de contribuições, resultando na média aritmética simples. Em seguida, essa média é multiplicada pela alíquota de 91%.

Se o resultado for maior do que a média dos últimos 12 salários de contribuição, o benefício se limitará a essa média.

Portanto, o valor final do auxílio-doença depende da média salarial do segurado e da aplicação da alíquota de 91%, com a consideração do limite dos últimos 12 salários.

Considerações Importantes

  • Tempo de Contribuição: O valor do benefício pode variar dependendo do tempo de contribuição e do histórico salarial do segurado.
  • Perícias Médicas: O recebimento do auxílio-doença está condicionado à realização de perícia médica pelo INSS, que avaliará a incapacidade do segurado para o trabalho.
  • Carência: Para a maioria das doenças, é necessário cumprir uma carência de 12 contribuições mensais para ter direito ao auxílio-doença. No entanto, para doenças consideradas graves, como câncer e AIDS, não se exige essa carência.

Conclusão – valor máximo que o INSS paga

Portanto, o valor máximo que o INSS paga de auxílio-doença no ano de 2024 é de R$ 7.786,02.

É fundamental que os segurados mantenham suas contribuições em dia e conheçam seus direitos para garantir o acesso a esse importante benefício em caso de necessidade.

Se você precisar de mais informações ou de uma consulta personalizada, não hesite em buscar a orientação de um advogado especializado em Direito Previdenciário.

QUERO LER TUDO SOBRE AUXÍLIO-DOENÇA

QUERO FALAR COM UM ADVOGADO

Depoimentos

Confira o que nossos clientes dizem sobre nós.

Excelente
Com base em 157 avaliações
Deborah
Deborah
19/06/2024
Primeiro atendimento,muito humano e acolhedor! Realmente, o atendimento é personalizado e rápido.
Neli Albertina Ferreira Floriano
Neli Albertina Ferreira Floriano
31/05/2024
Ótima, excelente atendimento.
Eduardo Pereira
Eduardo Pereira
30/05/2024
Primeiramente agradecer vocês pelo excelente trabalho.. que vocês são bem atenciosos.. dizer também que o nosso processo era bem difícil com a experiência de vocês a dedicação de vocês nós conseguimos um ótimo resultado a favor.... Que Deus abençoe vocês sempre
Iara Correa
Iara Correa
29/05/2024
Excelente perguntas objetivas e precisas
Bruna Ilibio
Bruna Ilibio
28/05/2024
Muito eficiente super recomendo atenção, dedicação foco
Maria Dalva
Maria Dalva
22/05/2024
Estou sendo atendida de uma maneira inexplicável,com carinho e atenção.. parabéns 🙏

Quem somos

Advogada Daiane sentada em uma poltrona, se encontra sorrindo com seu braço esquerdo sobre o ombro direito e pernas cruzadas.

Daiane Tomé Furlanetto

Sócia-Advogada. Possui 7 anos de experiência na prática jurídica e é membro da comissão de direito dos Idosos da Subseção da OAB de Criciúma/SC

 
 
 
 
Advogada Beatriz Meller Garcia, com cabelos de médio comprimento, se encontra sorrindo, sentada em uma poltrona, vestindo uma blusa com um blaser branco por cima.

Beatriz Meller Garcia

Sócia-Advogada. Possui 7 anos de experiência na prática jurídica e é membro da comissão de direito dos Idosos da Subseção da OAB de Criciúma/SC

Deixe seu comentário:

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.