Logo da Meller Garcia e Furlanetto

Não deixe um acidente ou doença acabar com seu sustento!

Saiba como o auxílio-doença pode ajudar!

O auxílio-doença é a ajuda que você precisa para superar os desafios financeiros após um ficar incapacitado de trabalhar.

Mais de 53 pessoas já conseguiram o auxílio

Depoimentos de quem conquistou o auxílio-doença

Excelente
Com base em 157 avaliações
Deborah
Deborah
19/06/2024
Primeiro atendimento,muito humano e acolhedor! Realmente, o atendimento é personalizado e rápido.
Neli Albertina Ferreira Floriano
Neli Albertina Ferreira Floriano
31/05/2024
Ótima, excelente atendimento.
Eduardo Pereira
Eduardo Pereira
30/05/2024
Primeiramente agradecer vocês pelo excelente trabalho.. que vocês são bem atenciosos.. dizer também que o nosso processo era bem difícil com a experiência de vocês a dedicação de vocês nós conseguimos um ótimo resultado a favor.... Que Deus abençoe vocês sempre
Iara Correa
Iara Correa
29/05/2024
Excelente perguntas objetivas e precisas
Bruna Ilibio
Bruna Ilibio
28/05/2024
Muito eficiente super recomendo atenção, dedicação foco
Maria Dalva
Maria Dalva
22/05/2024
Estou sendo atendida de uma maneira inexplicável,com carinho e atenção.. parabéns 🙏

Foque na recuperação da sua saúde e tenha suas finanças mais estáveis

O auxílio-doença, também conhecido como Benefício por incapacidade, é um benefício previdenciário concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil. Ele é destinado a segurados que, por motivo de doença ou acidente, ficam temporariamente incapacitados para o trabalho.

Garanta o afastamento remunerado por doença e tenha uma renda durante sua incapacidade temporária.

Doenças que dão direito ao auxílio doença do INSS

Quem tem direito
ao seguro doença?

Ter no mínimo 12 meses de contribuição ao INSS, exceto para doenças específicas ou acidentes.

Estar em dia com as contribuições ao INSS no momento da solicitação.

Apresentar incapacidade para o trabalho confirmada por perícia médica.

Providenciar documentos médicos que comprovem a doença ou lesão (atestados, exames, relatórios, etc.).

Queremos te ajudar a conseguir o auxílio e para isso precisamos só de algumas informações:

Mais informações
sobre as advogadas

Advogada Daiane sentada em uma poltrona, se encontra sorrindo com seu braço esquerdo sobre o ombro direito e pernas cruzadas.

Daiane Tomé Furlanetto

Sócia-Advogada. Possui 7 anos de experiência na prática jurídica e é membro da comissão de direito dos Idosos da Subseção da OAB de Criciúma/SC

Advogada Beatriz Meller Garcia, com cabelos de médio comprimento, se encontra sorrindo, sentada em uma poltrona, vestindo uma blusa com um blaser branco por cima.

Beatriz Meller Garcia

Sócia-Advogada. Possui 7 anos de experiência na prática jurídica e é membro da comissão de direito dos Idosos da Subseção da OAB de Criciúma/SC

Perguntas frequentes

Quem tem direito a receber o Auxílio-Doença?

Todo trabalhador contribuinte da Previdência Social tem direito ao auxílio-doença, desde que cumpra a carência de 12 meses de contribuição e comprove incapacidade temporária para o trabalho.

Quais doenças dispensam a carência?

  • Tuberculose ativa
  • Hanseníase
  • Transtorno mental grave, desde que esteja cursando com alienação mental
  • Neoplasia maligna
  • Cegueira
  • Paralisia irreversível e incapacitante
  • Cardiopatia grave
  • Doença de Parkinson
  • Espondilite anquilosante
  • Nefropatia grave
  • Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante)
  • Síndrome da deficiência imunológica adquirida (Aids)
  • contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada
  • hepatopatia grave
  • esclerose múltipla
  • Acidente vascular encefálico (agudo)
  • Abdome agudo cirúrgico

O que é o Auxílio-Doença?

A saber, o auxílio-doença é um amparo financeiro concedido pelo INSS a trabalhadores que enfrentam incapacidade temporária devido a doenças, acidentes ou prescrição médica excepcional. Portanto, ele substitui o salário durante o período em que o segurado está impossibilitado de trabalhar.

Qual o valor de um auxílio-doença?

O valor do auxílio-doença é calculado com base nas contribuições que o solicitante fez ao INSS. Uma média é feita considerando 80% dos maiores salários de contribuição desde julho de 1994. Esse benefício tem como intuito garantir suporte financeiro ao cidadão enquanto ele estiver impossibilitado de trabalhar devido a uma doença ou acidente.

Como eu faço para conseguir um auxílio-doença?

Para solicitar o auxílio-doença, é necessário seguir alguns passos:

  • Primeiro, agende uma perícia médica junto ao INSS, que pode ser feita online ou por telefone.
  • No dia da perícia, leve todos os documentos médicos relevantes que comprovem sua condição de saúde.
  • Se a perícia confirmar que você está incapaz de trabalhar, o auxílio-doença será concedido.

O que deve constar no laudo médico para conseguir o auxílio-doença?

O laudo médico é uma peça-chave para conseguir o auxílio-doença. Nele deve constar:

  • A descrição detalhada da condição de saúde do paciente.
  • O tempo provável de afastamento do trabalho.
  • Os tratamentos indicados para a recuperação.
  • É importante que o laudo seja claro e objetivo, facilitando a compreensão do perito do INSS.

Quanto tempo demora para receber o auxílio-doença após a perícia?

O tempo para receber o auxílio-doença após a perícia pode variar, mas geralmente, se aprovado, o beneficiário começa a receber o auxílio em até 45 dias. Em alguns casos, esse período pode ser menor ou maior, dependendo da demanda do INSS e da complexidade do caso.

Qual a diferença entre auxílio-doença e benefício por incapacidade?

O auxílio-doença é um benefício temporário concedido a quem está temporariamente incapacitado de trabalhar, enquanto o benefício por incapacidade, como a aposentadoria por invalidez, é concedido a quem tem uma incapacidade permanente e irreversível. O auxílio-doença pode ser transformado em aposentadoria por invalidez se a perícia médica constatar que a incapacidade se tornou permanente.

Quem nunca trabalhou tem direito a auxílio-doença?

O auxílio-doença é um benefício voltado para quem contribuiu para o INSS. Portanto, quem nunca trabalhou ou nunca contribuiu para o INSS, infelizmente não tem direito a esse benefício. Existem outros programas de assistência social que podem oferecer suporte a indivíduos em situações de vulnerabilidade, e é aconselhável procurar orientação para entender quais são seus direitos e como acessá-los.

Meller Garcia & Furlanetto Advogados é uma Sociedade de Advogados inscrita na OAB/SC sob o nº 7.755 e CNPJ 46.774.437/0001-83

Utilizamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.